7 atitudes para manter sua saúde. Veja a primeira!!

Como evitar as doenças? Essa é uma angústia que assola todo ser humano.
Já no século IX, a Escola Médica Salerniana, na Itália, dá a receita para quem quer ter uma vida cheia de saúde, no poema, intitulado Flos Medicinae:
nada de excessos, ansiedade e mantenha uma dieta moderada.

“Se quereis conservar-vos incólume e sadio,
evitai os cuidados ansiosos, guardai-vos da ira.
Poupai o vinho, sede parco na ceia; não julgueis inútil
o levantar-vos após a refeição e fugi da sesta ao meio dia
Reter as urinas ou a defecação seja-vos interdito
Guardando estes conselhos, longo tempo heis de viver
Caso vos faltem médicos, três coisas suprirão suas vezes:
hilaridade, repouso e dieta moderada.”

“Trecho do poema Flos Medicinae (Flor da Medicina)

Você já viu isso antes, não é?
Pois então, há muito tempo já se fala e ainda hoje estamos às voltas com os mesmos problemas.
Como eles ainda estão presentes em nossos dias e são atuais, pensei em compartilhar uma reflexão sobre a receita da Escola Médica Salerniana.

 

 

 

Cuidado 1:

Evite os cuidados ansiosos.

É fato. A ansiedade é a causa de muitos problemas de saúde. Ela afeta o sistema imunológico e torna nosso corpo vulnerável às doenças.
A ansiedade também pode desencadear a obesidade, pois o organismo de um indivíduo ansioso libera maiores quantidades de hormônios como adrenalina e cortisol, o que leva ao acúmulo de gordura principalmente na região abdominal e também da gordura visceral, aquela que fica entre os órgãos. A mais prejudicial à saúde.
Com a liberação da adrenalina, ocorre o aumento da pressão sanguínea, há perda de massa muscular e assim, há uma troca de massa magra por gordura, agravando o quadro da obesidade.
Gente, como diria a minha mãe: “Ficar nervoso, não serve pra nada!” Rs. Parece mesmo. Descarregamos enormes bombas de hormônios em nosso organismo, que promovem enormes alterações.
Claro que ninguém vai ser ingênuo de dizer que você tem que não ligar pra nada. O mundo está caindo sobre a sua cabeça e você vai fazer de conta de que não é com você. Mas, tenha consciência da situação. Pare! Respire fundo. Domine a situação. Não deixe que ela seja dona de você. Faça isso tanto quanto for necessário. Até que isso se tornará automático e você estará treinado para reagir com mais tranquilidade diante dos problemas.

Cuidado 2:

Fique longe da raiva ou ira

Acessos explosivos frequentes produzem enormes quantidades de cortisol e adrenalina no corpo. O resultado disso é o estresse ou ansiedade, prejudicial para todo o sistema cardiovascular.
O “estado” de raiva eleva a pressão sanguínea e aumenta o nível de glicose no sangue e os glóbulos de gordura nos vasos sanguíneos. Resultado: danos para as artérias. Os sintomas você já viu acima quando falamos sobre ansiedade.
Mas é claro, que os reflexos da raiva não se dão apenas no corpo. Ela provoca problemas de relacionamento. Na família, no trabalho, com os amigos, enfim, na convivência.
Quando a pessoa está com raiva, em geral, fica cega. Não vê o outro, não dá ao outro o direito de falar, de se explicar ou se fazer entender.
Não há compartilhamento. Nem sempre a situação é da forma como você pensou. Ela sempre tem dois lados. Se você parar e se colocar na posição da outra pessoa, pode passar a enxergar o que não via e muita coisa pode mudar. Desentendimentos acontecem, mas todos os dias temos a oportunidade de desfazer algum mal entendido. E mais, de passar uma borracha sobre o que passou. Nada de guardar rancor. Não existe aquele ditado popular: “Você quer ter razão ou quer ser feliz?”

Cuidado 3:

Poupeis o vinho

A referência ao vinho diz respeito ao excesso das bebidas alcoólicas. O exagero traz prejuízos à saúde como problemas hepáticos ou pancreatite crônica.
Existem pessoas que não podem tomar nenhum gole sequer de nenhuma bebida alcoólica. Existem outras que não têm domínio sobre a bebida e precisam de ajuda para lidar com a doença.
É preciso olhar com responsabilidade sobre o assunto. O álcool pode trazer problemas sociais, no trabalho, relacionamento, provocar acidentes de transito e muito mais.
A alegria vem da nossa capacidade de enxergar a beleza das situações e atitudes que nos cercam a cada minuto.

Cuidado 4:

Sede parco na ceia, ou seja sem excessos ao se alimentar

O excesso de comida não deixa você apenas gordinho. Pode deixar você “doentinho”, também. Ingerir qualquer tipo de alimento pode provocar AVC (derrames), obstruções das veias, das artérias e outras doenças. Hoje em dia, para conservar os alimentos, são usados conservantes, sódio e outros componentes artificiais.
O corpo mais pesado provoca alterações ortopédicas, articulares e circulatórias.
Celebrações ao redor da mesa sempre marcaram nossas vidas. Elas são sempre regadas à boa comida, bebida e ótimas lembranças. Quando mantemos o equilíbrio em nossas refeições diárias é fácil reconhecer nosso limite mesmo quando estamos diante de um banquete.

Cuidado 5:

Não julgueis inútil levantar-se após as refeições.

Esse é um alerta contra o sedentarismo. MEXA-SE.
Você pode dizer que não gosta de malhar, de andar de bicicleta, de nadar ou praticar nenhum esporte.
Mesmo assim, caminhe. Escolha um trajeto diário para percorrer a pé. Uma hora, por dia, meia hora de manhã, meia hora à tarde.
Mas, dê esse tempo só para você. Distraia sua cabeça. Renove suas forças.
Seu corpo e sua saúde irão te agradecer.

Cuidado 6:

Proibido reter urina ou fezes

Sabe aquela frase. “Nossa, corri tanto hoje que nem tive tempo de fazer “xixi”? Pois é! Isso não faz nada bem para o organismo. Deixar de eliminar a urina pode provocar infecções na bexiga e até das partes mais altas do sistema urinário. Deixar de beber água diminui a quantidade de urina, o que pode levar provocar a formação de cálculos renais e inchaços no corpo.
Menos água no organismo também está relacionada a problemas intestinais como Síndrome do Intestino Irritável e dores abdominais, gases e outros desconfortos.
Mais uma vez vemos repetir a mesma ladainha: estresse, ansiedade, agitação = problemas no organismo.
Mas, não se prenda à regra “tenho de tomar dois litros diariamente”. Vá tomando água aos poucos, em pequenos goles, ao longo do dia. Quando perceber, isso já terá se tornado um hábito saudável.

Cuidado 7 :

Tenha alegria, repouse e seja moderado

A alegria, o repouso e a moderação são as chaves para uma vida saudável, mesmo quando não temos um médico por perto.
Nossa atitude diante da vida, cultivando os momentos de alegria, com atitudes mais relaxadas, com moderação alimentar traz ao nosso corpo o equilíbrio necessário para ter uma atitude menos estressante diante da vida.

O caminho para uma vida cheia de saúde passa sem duvida alguma pelo controle da nossa vida emocional.

Você achou esse artigo útil ? Compartilhe com alguém.

Um abraço carinhoso, um beijo e até a próxima.

Rose

E-book Grátis ensina Como Controlar o TRANSTORNO DE ANSIEDADE de forma simples.

Rosemary

Formada em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru-USP, com especialização em Ortodontia e Ortopedia Facial pela FUNBEO-USP, sempre se interessou pelo Desenvolvimento Pessoal, por isso, paralelamente à Odontologia cursou Medicina Tradicional Chinesa-Acupuntura, Body Mind Talk e Terapia TFT e formou-se em Coaching Pessoal e Profissional pela Sociedade Brasileira de Coaching. Atua em consultório particular exercendo Ortodontia e atende clientes de Terapia e Coaching.

Website: http://rosemarydecastro.com